A Casa da Criança Paralítica de Campinas

Nossa História

Casa da Criança Paralítica de Campinas – CCP  é uma instituição de utilidade pública sem fins lucrativos dedicada a atender crianças e adolescentes com deficiência física e comprometimento neurológico.

Atualmente oferece atendimento especializado multiprofissional nas áreas de fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, psicologia, serviço social e pedagogia, diferenciando-se pelos serviços médicos (fisiatria, pediatria, neurologia e ortopedia), odontológicos, nutricional, de integração sensorial e de assistência jurídica, além de orientação à família.

Ao todo são 85 profissionais trabalhando para transformar a vida de mais de 300 crianças com deficiência e em vulnerabilidade social. Venha conhecer nossa equipe, está de portas abertas para recebê-lo!

NOTA OFICIAL

A Prefeitura Municipal de Campinas, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde e Casa da Criança Paralítica de Campinas, disponibiliza em suas páginas na internet a relação de serviços clínicos e ambulatoriais, indicando o nome, especialidade e horário de seus plantões médicos, bem como o número telefônico da Ouvidoria Municipal de Saúde: 2116-0196.

Em 17 de janeiro de 1954 nascia oficialmente a Casa da Criança Paralítica de Campinas – CCP, fundada a partir da atitude visionária de seus idealizadores, em particular do primeiro presidente, Dr.Ernani Fonseca, que realizou o sonho em construir com um olhar inovador um edifício dedicado a atender pessoas com deficiência, especialmente as vítimas da Poliomielite, na época conhecida como Paralisia Infantil.

Após a construção do primeiro prédio, realizada por meio de doações de materiais e voluntários, a CCP iniciou essa missão humanitária.

Conheça alguns dos momentos e conquistas da Casa da Criança Paralítica de Campinas:

1950

INAUGURAÇÃO

INAUGURAÇÃO E PRIMEIRAS ATIVIDADES, COM APOIO DO ROTARY, SENSIBILIZAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DA COMUNIDADE.

1960

1960

SOCIEDADE COMEÇA A FUNCIONAR NA SEDE DA RUA LUZITANA, INSTITUIÇÃO GANHA UM NOVO TERRENO E COMEÇA A CONSTRUIR A NOVA SEDE NO PARQUE ITÁLIA.

1970

1970

CASA JÁ FUNCIONA NO NOVO EDIFÍCIO, CONSTRUÍDO PELA LIX DA CUNHA, COM CORPO CLÍNICO ESTRUTURADO.

1980

1980

CRISE ECONÔMICA NO BRASIL AFETA FUNCIONAMENTO DE ENTIDADES SOCIAIS.

1990

1990

AVANÇO DE PERSPECTIVA DA INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E QUALIFICAÇÃO DA EQUIPE PROFISSIONAL DA CASA.

2000

2000

APÓS UMA FORTE CRISE, NO INÍCIO DA DÉCADA, RECUPERAÇÃO COM NOVA PERSPECTIVA DE GESTÃO; COOPERAÇÃO COM FUNDAÇÃO LILIANE FONDS.

2010

2010

MULTIPLICAÇÃO DAS FONTES DE RECURSOS E USO DE FERRAMENTAS DE GESTÃO.

2015

2015

ACCP SOMA MAIS DE 15 MIL PESSOAS ATENDIDAS, SENDO 300 CRIANÇAS EM TRATAMENTO ATUALMENTE.

Subir