A vida bem vivida de Helena

Helena Gomes, tem 12 anos, nasceu em Campinas e é filha de Elaine e Luiz de Cássio. Antes de Helena nascer nascia uma família que começou sua história ainda na adolescência. Os pais de Helena se conheceram no colégio. Após dez anos de namoro, em 2003, Elaine e Luiz decidiram se casar, constituía-se então uma sólida base familiar que receberia uma princesa especial!

Após 2 anos de casamento e algumas experiências acumuladas, chega a grande notícia da vida de um casal: Elaine estava grávida! “Nossa querida Helena estava a caminho. ”

A gravidez ocorreu tudo bem, tudo como esperado, muitas alegrias e ansiedade para conhecer a pequena Helena, que nasceu em 2006 aos 9 meses de gestação de parto normal.

Meses se passam e Helena não parava de crescer, por alguns motivos Elaine e Luiz achavam que que a Helena não estava se desenvolvendo como as outras crianças, pois apresentava falta de estabilidade física, ausência de postura corporal, dificuldade em engatinhar e andar. A família ficou observando por algum tempo e não procurou ajuda de especialistas imediatamente.

Anos se passaram, e em 2015 um anjo foi enviado à família, Andiara, amiga de Elaine e fonoaudióloga da Casa da Criança. Elaine e Andiara, em uma conversa de portão de escola entraram no assunto sobre as dificuldades de Helena, foi quando Andiara contou sobre o trabalho realizado na instituição onde trabalhava, encorajando Elaine a trazer Helena para uma avaliação.

Helena passou pelo projeto Ambulatorial, onde a equipe médica e terapêutica avalia a patologia da criança, que confirmou o diagnóstico: “Sequela de Cranioestenose”. (Resumidamente, a Cranioestenose ocorre quando há uma junção prematura de uma ou mais suturas cranianas, ou seja, a parte óssea do crânio se fecha antes do crescimento do cérebro e acaba por alterar o formato da cabeça da criança e limitar em certa parte o desenvolvimento motor e neurológico).

Para a alegria da família, Helena foi admitida ao tratamento na Casa da Criança. “Helena foi muito bem recebida! ”

Helena está em tratamento há 2 anos, já passou por todos setores terapêuticos e evoluiu rapidamente. “O que notamos semanalmente nela é o seu progresso intenso, luta constante e vontade em estar bem. Ela ama vir pra cá! É onde ela pode aprender coisas novas, melhorar sua qualidade de vida e também se divertir muito. ”

Carinhosa, amorosa e afetiva é a Helena, qualidades que ela leva consigo e cativa a todos. Mas vai achando que só por ela ser boazinha que aceita coisas erradas. Não! Elaine diz que Helena é muito justa com as circunstâncias, não aceita mentiras e coisas erradas. É isso aí, Helena!

Helena está no 6º ano do ensino fundamental e tem resultados muito bons, tentando superar suas dificuldades diariamente e luta contra preconceitos que possam desencorajá-la. Ela gosta muito de estar com seu irmão mais novo e seus amigos de escola também, mas qual criança não gosta de brincar (e muito)? Pega-pega, corridas com o “Pernas de Aluguel” e momentos com seus animais de estimação, um gato e duas tartarugas estão na sua lista de brincadeiras favoritas.

“Arroz, feijão, batata e macarrão” é a música que descreve seus gostos culinários, Helena ama um bom prato de macarrão com molho branco, além daquela carninha, hmm!

Todos temos sonhos e uma pessoa sem sonhos não vive plenamente. Com Helena não poderia ser diferente, pois a Ilha de Galápagos está constantemente em seus sonhos, repleta de tartarugas gigantes e muita beleza natural. Um lugar mágico. Mas não só de diversão vive o homem, certo? Ela quer seguir seus estudos e ser médica quando crescer para poder ajudar muitas pessoas, assim como ela é ajudada hoje!

A tecnologia é uma ferramenta de grande poder no meio médico e não poderia ser diferente nas mãos de Helena. Aparelhos tecnológicos fascinam e brilham os olhos de Helena, sendo seu maior passatempo jogos e vídeos em seu tablet. Menina ligada e conectada!

A vida bem vivida de Helena é assim, uma vida com desafios, mas superações, repleta de alegrias, conquistas, amizades, alegrias, diversão e muitas coisas boas que já aconteceram e ainda estão por vim. Uma vida como a minha e a sua, uma vida para ser bem vivida.